CAMINHADAS

São mais de 30 caminhadas entre os dias 26 e 28 de Abril de 2019.

Em cada uma das categorias definidas pode ver todas as informações sobre cada uma.

* DESCRIÇÕES DAS CAMINHADAS EM ACTUALIZAÇÃO

PERCURSOS

REVEZES

O monte dos Revezes situa-se junto ao Vascãozinho, afluente do Vascão, junto ao qual o percurso se irá desenvolver durante alguns quilómetros. Este é outro clássico do Festival de Caminhadas. O percurso está sinalizado e proporciona um estreito contacto com o Vascão e os valores naturais e patrimoniais associados: moinho de água da Cascalheira, povoações serranas quase desabitadas, como Vale da Moita, as belas paisagens do vale do Vascão e os coloridos campos floridos.

CORTE DE OURO

O nome desta povoação está, possivelmente, associado a uma antiga prática rural que coloria de dourado a paisagem: o cultivo de trigo e/ou cevada. Hoje, raros são os campos ainda cultivados com estes cereais, mas a beleza da região ainda permanece viva. O percurso inicia-se nesta povoação, dirige-se para Sul, por caminhos florestais, junto de sobreirais e estevais, passando por linhas de água e vários elementos patrimoniais de interesse como a anta do Beringel, a Fonte Pé Corso ou o marco da Eira da Palha. No regresso, a Norte, passará junto da Azenha dos Pizões, em ruínas, outro ponto de interesse e já em Corte de Ouro podemos admirar um dos últimos palheiros circulares com teto cónico de cevada do Algarve.

AZINHAL DOS MOUROS

Um dos clássicos deste festival. Percurso sinalizado, com passagem em diversos pontos de interesse natural e cultural, onde se destaca a bela povoação de Azinhal dos Mouros, o Moinho da Chavaxã ou o Monte dos Vermelhos. Uma caminhada que se fará por caminhos rurais, trilhos pouco utilizados e com várias travessias da Ribeira do Vascão. Um dos percursos mais belos desta região.

Ameixial

A melhor forma de conhecer os segredos da Aldeia de Ameixial. Percurso sinalizado, com passagem em diversos pontos de interesse natural e cultural, onde se destaca, além da própria aldeia, o miradouro, a fonte da Seiceira, a Anta da pedra do Alagar e as inúmeras hortas que ainda existem .

CAMINHADAS ESPECIAIS

CAMINHAR E REMAR NO VASCÃO

Esta será uma novidade no WFA. Imagine caminhar até uma das maiores ribeiras do Algarve e de lá continuar mas a remar de caiaque até à próxima paragem. Será uma grande experiência!

Dia: 27 e 28.04.2018
Distância: 6 km + navegar
Duração: 3-4h
Dificuldade: Médio
Guias: Paulo
Parceria: Algarve Selvagem

VINDO DO MALHÃO PARA O AMEIXIAL

Esta será uma novidade no WFA. Local emblemático e conhecido na Volta de Bicicleta ao Algarve e pelo templo budista que lá existe, esta será uma caminhada desde um dos pontos mais elevados da serra Algarvia por caminhos antigos, atravessando ribeiras e descobrindo novos locais até ao Ameixial.

Dia:  27.04.2018
Distância: 25-30km
Duração: 3-4h
Dificuldade: Médio
Parceria: Associação Treking4all

 

LIGAÇÃO VIA ALGARVIANA

Esta já é uma das tradicionais caminhadas deste nosso festival. São cerca de 25km, entre Barranco do Velho e Ameixial , de caminhos florestais e trilhos rurais, passando por bosques de sobreiral e eucaliptais, cruzando linhas de água, subindo a miradouros, atravessando pequenas povoações e um contacto com outros aliciantes naturais e culturais! Um percurso exigente para os amantes das longas caminhadas.

Dia:  28.04.2018
Distância: 25 km
Duração: 5h
Dificuldade: Difícil
Guias: Associação Almargem
Parceria: Associação Almargem

CAMINHADA IVV

Começaremos pelo fim. Será uma caminhada por Corte de Ouro sábado e Revezes no Domingo, um dos clássicos deste festival. Trata-se de uma caminhada especial guiada pela International Federation of Popular Sports (IVV) aqui representada Associação de Caminhadas Do Algarve.

Dia:  27 e 28.04.2018
Distância: entre 15 e 20 km
Duração: 4h
Dificuldade: Médio a difícil
Guias: Charles Pauwels
Parceria: Associação de Caminhadas do Algarve e International Federation of Popular Sports (IVV)

LOULÉ-AMEIXIAL

Uma longa caminhada, de muitas horas, em autonomia total, desde a cidade de Loulé ao Ameixial, atravessando o barrocal e a Serra do Caldeirão. Um desafio para os mais resistentes e fisicamente preparados que além da distância em si, terão ainda de enfrentar as baixas temperaturas e a escuridão da noite serrana e um desnível acumulado de...bastante. Mas, por outro lado, um percurso pleno de natureza selvagem, com chegada ao Ameixial mesmo a horas de um pequeno-almoço típico da serra!

Dia:  26.04.2018
Distância: 50 km
Duração: 10h
Dificuldade: Muito difícil
Guias: Lurdes e Marco
Parceria: Quarteira Night Runners

NOCTURNA

Após um saboroso repasto serrano, que melhor do que uma caminhada nocturna para aliviar a digestão e contemplar o ceu estrelado da Serra do Caldeirão? Neste passeio vamos percorrer alguns caminhos rurais pouco conhecidos da maioria das pessoas, que serpenteiam pela aldeia e acedem a locais de algum interesse particular. Uma barragem, uma linha de água, um miradouro. Um percurso simples e pequeno para dar a conhecer Ameixial sob o olhar da noite!

Dia:  26.04.2018
Distância: 5km
Duração: 1h30
Dificuldade: Fácil
Guias: João Ministro e Pedro Barros

GRANDE ROTA DO VASCÃO

O Vascão é uma das últimas grandes ribeiras totalmente selvagens do Sul de Portugal. Não tem barragens, poucas são as povoações com que confina, tem locais inacessíveis e um património natural deveras fabuloso. É o habitat de espécies raras e ameaçadas, como o Saramugo, a Lontra e local de passagem do emblemático Lince-ibérico. A natureza que rodeia este curso de água é muito rica e isso será bem evidenciado nesta caminhada. A Rota do Vascão, projecto futuro de uma grande rota, acompanha o Vascão, por trilhos de pastores, caminhos florestais, passa junto de moinhos de água e por locais de excepcional beleza. Uma caminhada a não perder!

Dia:  27 e 28.04.2018
Distância: 16-20 km
Duração: 3-4h
Dificuldade: Média
Guias: João Ministro, Marco, Reinaldo (Passeios da Serra)

CORRENDO PELO AMEIXIAL

No âmbito do 7º Walking Festival Ameixial iremos realizar uma free trail, sem qualquer caracter competitivo, com aproximadamente 18km, com saída da aldeia do Ameixial e passagem pelas localidades de Corte de Ouro e Azinhal dos Mouros.

Dia:  28.04.2018
Distância: 16-20km
Duração: 2-3h
Dificuldade: Médio
Guias: João Mendes
Parceria: On Trail Algarve

CAMINHADAS TEMÁTICAS

OBSERVACÃO DE AVES

A Serra do Caldeirão e a bacia da Ribeira do Vascão são espaço de elevado valor natural, nomeadamente para aves. Aí residem algumas espécies emblemáticas da nossa fauna silvestre como a ameaçada Águia de Bonelli, a caçadora de cobras Águia-cobreira ou os coloridos Guarda-rios e Abelharucos. Nesta saída, o guia dará a conhecer algumas dessas espécies que habitam este território e explicará diversos aspectos da sua biologia e como os identificar.

FOTOGRAFIA NO AMEIXIAL

Todas as caminhadas são perfeitas para os amantes de fotografia, mas temos uma especial para vocês! O "Passeio Fotográfico pelas Terras do Ameixial" será guiado pelo Vico Ughetto, e na sua companhia terá oportunidade de registar alguns aspectos identitários do património natural e cultural desta região.

Dia: 27.04.2018
Distância: 5km
Duração: 4h
Dificuldade: Fácil
Guias: Vico Ughetto
Parceria: Switch

GEOLOGIA - “HISTÓRIAS DAS PAISAGENS E DAS ROCHAS DA SERRA ALGARVIA"

O percurso inicia-se na aldeia do Ameixial, em plena Serra Algarvia, onde se pode apreciar a típica arquitetura serrana, com as suas casas em xisto caiadas de branco, fornos comunitários e valados. Neste percurso é possível fazer uma autêntica viagem no tempo, transportando-nos desde os dias de hoje, em que podemos contemplar o património natural e cultural desta zona do interior algarvio, passando pelos tempos pré-históricos testemunhados por curiosas casas circulares, até a uma época muito anterior, quando estas paragens estavam submersas por um oceano antigo e agora extinto. Pelo meio haverá lugar a um piquenique, em perfeita harmonia com a natureza. Esta é a nossa proposta para vir connosco conhecer e sentir o Algarve de uma forma diferente!

Dia: 28.04.2018
Distância: 7 km
Duração: 4h
Dificuldade: Fácil
Guias: Francisco Lopes
Parceria: Geowalks and Talks

HORTA DA MINA

Ainda há segredos guardados em Ameixial. Este é um deles. Uma mina de cobre, outrora explorada para extracção deste mineral e que hoje está abandonada e cerrada. Mas as covas ainda lá estão e com elas histórias de uma juventude passada a brincar ali. Avelino, ameixelense, vai revelar esse local escondido e contar algumas histórias da sua infância passada na serra e neste sítio.

Dia: 28.04.2018
Distância: 12km
Duração: 3h
Dificuldade: Fácil
Guias: Bruno Rodrigues
Parceria: Proactivetur

PRÉ-HISTÓRIA

Um percurso em torno do planalto de Corte de Ouro, vamos visitar dois exemplos do Megalitismo do Alto Algarve Oriental que se conhecem no Ameixial. As Antas do Alagar e do Berinjel são sítios arqueológicos com cerca de 5 mil anos que nos revelam histórias de quem ali viveu . No percurso vamos ainda conhecer as vistas deslumbrantes entre os picos da Serra do Caldeirão e as planícies do Baixo Alentejo, bem como a beleza natural dos vales encaixados da Serra e cruzar com património etnográfico icónico da Serra.

 

PLOGGING

"Plogging" ou Caminhada Verde, esta atividade consistirá numa caminhada de poucos kms, para recolher algum lixo e gravar um video para divulgação e despertar consciências para este problema.

Fotografia na Mealha, um passeio fotográfico pelos tangíveis testemunhos  cuja existência e interpretação revela uma história de milenar presença humana até aos dias de hoje, e cuja presença foi moldando a paisagem, tornando-se esta um reflexo quer da capacidade quer do desiderato humano.

Em meia dúzia de quilómetros, um passeio de desconstrução e de edificação  numa região serrana do Algarve.

INSECTOS

Já alguma vez se interrogou que borboleta seria aquela?
Tem curiosidade sobre que insecto estranho será aquele pousado na flor? Veja a natureza como nunca a viu de uma perspectiva inédita descobrindo estes e outros segredos num percurso aliciante onde o mundo dos artrópodes será revelado por Horácio Costa.

 

FOTOGRAFIA NO AMEIXIAL

Fotografia na Mealha, um passeio fotográfico pelos tangíveis testemunhos cuja existência e interpretação revela uma história de milenar presença humana até aos dias de hoje, e cuja presença foi moldando a paisagem, tornando-se esta um reflexo quer da capacidade quer do desiderato humano. Em meia dúzia de quilómetros, um passeio de desconstrução e de edificação numa região serrana do Algarve.

Dia: 27.04.2018
Distância: 5km
Duração: 4h
Dificuldade: Fácil
Guias: Filipe Palma

CAMINHADAS FAMILIARES

GEOCACHING

PT (Power Trail WFA) composto por alguns tipos de caches com 22 pontos de rota. É um percurso circular com início e com fim na aldeia do Ameixial, no concelho de Loulé, em plena Serra do Caldeirão, e têm uma extensão com cerca de dez quilómetros. Passa pelo monumento megalítico da Anta das Pedras do Alagar, a norte da povoação de Corte do Ouro, e em dois pontos da ribeira do Vascanito. A paisagem é diversificada, passando por sobreirais, estevais, campos de cultivo e floresta de pinheiro e eucalipto.

Dia: 28.04.2018
Distância: 10km
Duração: 3-4h
Dificuldade: Fácil
Guias: Vitor Santos

ARQUEOLOGIA - ESCRITA DO SUDOESTE

Esta é uma das tradicionais caminhadas deste nosso festival. Entre os vales encaixados e os terrenos agrícolas das ribeiras do Vascanito e do Vascãozinho a caminhada dedicada à escrita do Sudoeste e à Idade do Ferro na serra do Algarve visita três dos sítios arqueológicos onde já foram encontradas estelas com esta escrita. No percurso ficamos ainda a conhecer a beleza natural do local e algum do património etnográfico que modelou a paisagem e que nos revela a importância que teve em outros tempos.

Dia: 27.04.2018
Distância: 7km
Duração: 4h
Dificuldade: Fácil
Guias: Pedro Barros
Parceria : DGPC

CAMINHAR COM EXPRESSÕES

Uma caminhada para crianças e famílias onde o objectivo é trabalhar e desenvolver as emoções de forma expressiva, interativa e criativa, valorizando o contacto com a natureza.

Dia: 27.04.2018
Distância: 5-8km
Duração: 3h
Dificuldade: Fácil
Guias: Projeto Baú com Asas

À DESCOBERTA DOS BICHINHOS DA RIBEIRA

Vamos à procura da biodiversidade existente na ribeira, perceber a sua fragilidade face à degradação do meio ambiente e promover boas práticas ambientais.

Dia: 27.04.2018
Distância: 5-8km
Duração: 3h
Dificuldade: Fácil
Guias: Telma Ramires
Parceria: Piratas e Princesas

INFUSÕES E TEMPEROS

Ao longo da história da humanidade foram transmitidos conhecimentos acerca dos vários usos e virtudes das plantas. Venha colher e aprender como usar estes tesouros que florescem na nossa serra.

Dia: 28.04.2018
Distância: 5-8km
Duração: 3h
Dificuldade: Fácil
Guias: Alexandra Vanstalle

TASA - CRIAR COM CANA

A cana é utilizada desde sempre por pastores, agricultores, construtores, artesãos e crianças, para fazer objetos de uso quotidiano e lazer.

Basta uma cana e um canivete para criar objetos simples, rápidos e úteis. Quer experimentar?

Dia: 27.04.2018
Distância: 5-8km
Duração: 3h
Dificuldade: Fácil
Guias:
Parceria : Projecto Tasa

AGUÇAR A PERSPECTIVA - EXPERIÊNCIA SOBRE A CRIATIVIDADE E GERAÇÃO DE IDEIAS

O que nos inspira, como podemos desbloquear a nossa criatividade? Saber selecionar elementos que possam ser relevantes para a criação gráfica. Usar as tradições alimentares do nosso território para exercitar a imaginação. Adquirir ferramentas cognitivas que sejam úteis para solucionar problemas visuais e do quotidiano.

Dia: 28.04.2018
Distância: 5-8km
Duração: 3h
Dificuldade: Fácil
Guias: Alexandra dos Santos